Aprenda a melhorar a segurança de suas senhas em 5 passos

Aprenda a melhorar a segurança de suas senhas

seguranca-metodosmart1

 

Você já se perguntou se as suas senhas na internet são realmente seguras? Os especialistas dizem que uma falha recorrente é criar palavras básicas como 123mudar, 123456, data de nascimento e nomes pessoais. Se você é uma dessas pessoas, então é melhor prestar atenção nas dicas que separamos para que você não caia em armadilhas de criminosos virtuais.

 

Manter a segurança online não precisa ser uma tarefa difícil. Com as ferramentas certas, você pode estar mais seguro e também poupar tempo e esforços. O gerenciador de senhas LastPass agora é gratuito em todos os seus dispositivos, incluindo desktop, laptop, smartphone e tablet, e, para que o usuário tenha um melhor aproveitamento com a ferramenta, a desenvolvedora LogMeIn separou cinco dicas que auxiliam para criar contas pessoais seguras.

1. Use um gerenciador de senhas
Novas ações de hackers são divulgadas todos os dias. Apesar disso, os internautas continuam a usar as mesmas senhas em diferentes contas, sem levar em consideração os riscos óbvios. Uma boa maneira de criar códigos seguros e não esquecer as combinações é usar um gerenciador de senhas. Tal plataforma ainda garante que, caso uma das senha vaze, ela não poderá ser usada para entrar em qualquer outra conta.

2. Não armazene suas senhas nos navegadores
Ainda que possa ser conveniente usar navegadores para armazenar suas senhas, isso é muito inseguro e pode deixar você e suas contas vulneráveis, caso seja hackeado. Prefira sempre optar pelo não salvamento da combinação. Caso fique em dúvidas de qual é a sequência, basta correr para seu gerenciador de senhas.

3. Ative a autenticação de dois fatores em todas as contas
Com a autenticação de dois fatores ativada em suas contas, mesmo que um hacker conheça sua senha, ele não será capaz de acessar seus dados sem ter uma segunda validação. Tal recurso pode ser efetuado por meio de códigos gerados apenas uma vez a partir de um aplicativo no seu celular ou sua impressão digital.

4. Aprimore o pin de quatro dígitos
Por mais comum que seja usar o pin de quatro dígitos no celular, se você quiser levar a segurança a sério, mude a configuração da senha para torná-la mais longa. Também não é uma boa ideia deixá-la igual à usada em caixas eletrônicos ou no internet banking.

5. Não se esqueça das questões de segurança
Certas contas online pedem para você definir perguntas-chave, além das senhas, e assim adicionar uma camada extra de segurança à sua conta. No entanto, elas são geralmente terríveis para a segurança e podem até ser o elo mais fraco no seu sistema. Para se prevenir, salve as respostas em um bloco de notas. Assim, você se protege de uma pegadinha.

 

Fonte: 33giga